Panteão Nórdico

 


Conta-se que os gigantes - do gelo, neve, frio, rochas e fogo - eram descendentes de Fornjotnar, equiparado com Ymir, que teve três filhos: Hier (o mar), Kari (o ar) e Loge (o fogo), formando a primeira e mais antiga tríade. Seus respectivos descendentes eram os gigantes: do oceano, Mimir, Gjmir, Grendel; das tempestades, Thiassi, Thrym, Beli; e os...

Filho de Odin e da giganta Grid (que aparece auxiliando Thor na sua jornada ao reino do gigante Geirrod), Vidar era conhecido como o "deus silencioso e vingador". O silêncio é atribuído por alguns autores a um compromisso ritualístico ou a uma abstinência ritualística associada com intenções de vingança, semelhante ao comportamento de Vali, que se...

As histórias da Lagertha "real" podem ser encontradas no livro Gesta Danorum, de Saxo, um cronista do século XII. Contudo, é preciso ressaltar mais uma vez as aspas que envolvem a veracidade de sua história. Muitos historiadores atuais contestam se os relatos de Saxo sobre Lagertha são reais. A teoria mais aceita é que seja uma personagem fictícia...

Hel ou Hela é considerada uma Deusa da Morte e é a filha mais velha da giganta Angrboda com o Deus da Trapaça, Loki. Irmã de Fenrir e Jörmungandr (a serpente que segura o mundo), ela é vista por muitos como uma divindade indiferente às preocupações dos vivos e dos mortos. Seu mito conta que é ela quem julga...

As Nornes são um clã de deuses da mitologia nórdica.
A sua função é controlar a sorte, o azar e a providência.
Elas também zelam pelo cumprimento e conservação das leis que regem as realidades dos homens, dos deuses, dos elfos/duendes, dos anões, dos dragões e de todos os seres míticos.

Níðhöggr, Nidhogg ou Nidogue, cujo nome significa "devorador de cadáveres", é o enorme dragão que vive em Niflheimo reino do gelo e do frio na mitologia nórdica ou mundo inferior nórdico.


Surtur, Surtr ou ainda Surt (Antigo Nórdico "Negro" ou "Aquele moreno"), é o jötuder dos gigantes de fogo do Muspelheim. Surt é citado na Edda poética, compilada no século 13 a partir de fontes tradicionais mais adiantadas, e na Prosa Edda, escrita no século 13 por Snorri Sturluson. Em ambas as fontes, Surt é anunciado como sendo...

De acordo com o mito, no início, antes do despertar dos deuses, havia apenas um grande precipício vazio chamado Ginnungagap. Ao norte do vazio estava a região de névoa e gelo chamada Nifleheim, e ao sul a região de fogo Muspelheim. No meio de Nifleheim corre Hvergelmir, uma cascata de onde saem onze rios conhecidos coletivamente como ...

De barba e cabelos ruivos, o Deus do trovão tinha um semblante austero, que impõem medo e receio. Afinal, foi sua energia que deu origem às tempestades, trovões e raios características as quais fogem um pouco da expressão benevolente e enfeitada pelas histórias de fantasia.

Sif (também conhecida como Sifjar ou Síbia) é considerada regente da fertilidade da vegetação, dos campos dourados de trigo no verão, da excelência e da habilidade em combate e aprecia muito guerreiros leves e habilidosos, que não necessitam só de força bruta para vencer suas batalhas.