Panteão Maia / Asteca

 


Em muitas narrativas, Tezcatlipoca era responsável pelo mal e a crueldade que couberam à humanidade depois de ele ter destruído a Idade de Ouro. Tezcatlipoca ("Espelho Fumegante") era, originalmente, o deus asteca do Sol, mas, em sua batalha com Quetzalcoatl ele se tornou o deus das trevas e da feitiçaria.

Ometecuhtli (O Senhor Deus) e Omecihuatl, A Senhora Deus, formavam a dualidade criadora na religião mexicana.
Eruditos como Miguel León-Portilla traduzem Ometeotl/Omecihuatl como Senhor(a) da Dualidade, implicando um único deus, porém com duplo-gênero..

Tlaloc ("Aquele que descansa sobre a terra"), também chamado Nuhualpili, é o deus asteca da chuva, fertilidade e do relâmpago, e é um dos mais antigos deuses adorados na Mesoamérica- as primeiras imagens que podem ser identificadas como Tlaloc datam do século 1 dC em vasos de Tlapacoya. Nestas pinturas, Tlaloc está representado criando relâmpagos....

Como a vida não pode existir sem água, Chaac (ou Chac), o deus da chuva, é a mais importante das divindades maias o seu equivalente asteca é Talloc. Também conhecido como Ah Tzenul (o que dá comida aos outros) ou Ah Hoya (o que urina), Chaac era essencialmente um deus bom, mas a manutenção da sua bondade dependia de rituais...

Huitzilopochtli era uma divindade totalmente asteca sem nenhuma conexão com outra civilização mesoamericana diferentemente de outros deuses do panteão asteca. E era o principal deus cultuado na capital do império Tenochtitlán. Comumente representado com seus membros pintados de azul com penas de beija-flor em sua perna esquerda além de uma lança...

Divindades femininas eram poucas na mitologia maia e asteca, provavelmente porque o que restava de seus cultos na época em que os invasores espanhóis chegaram foi rapidamente destruído, assim como civilizações inteiras. Entretanto, havia uma deusa encantadora chamada Ixtab, a deusa do suicídio, muitas vezes representada com um círculo preto em seu...

Ah Puch, O Descarnado, é um dos soturnos governantes do Xibalba, o inferno maia. Associado àmorte, à noite, à guerra e aos sacrifícios, era o responsável pelo Mitnal, o último nível do submundo, o mais profundo e desagradável. Era também chamado de Kisín (o flatulento), Hun Ahau (morte única), Yum Kimil(senhor morte) e Vucub Camé...

Existem várias histórias diferentes sobre Quetzalcoatl, deus do vento e do espírito da vida na mitologia asteca. Irmão de Tezcatlipoca em algumas narrativas, e gêmeo de Xolotl em outras, era filho da Mãe Terra. Foi transformado em uma serpente e rasgou a Terra em pedaços e depois a recriou, após a raça humana ter sido extinta. Isso iniciou o quinto...

Hun Batz e seu irmão gêmeo, Hun Chouen, levavam uma vida boa com a avó. Artistas e músicos, tudo que eles criavam era belo e encantador, mas eles não tinham o talento do pai para o jogo de bola conhecido como Pitz. Convocado pelo submundo, seu pai, Hun Hunahpú, jamais voltou. Ao invés disso, seus descendentes, meio-irmãos de ...