Panteão Greco/Romano


Certa vez o poderoso Deus dos Mares, Poseidon, se apaixonou pela Rainha da Líbia, que era chamada Lybie. Durante muito tempo os dois ficaram juntos, até que desse amor nasceu Lâmia, uma linda mulher capaz de deixar até mesmo os Deuses enlouquecidos.

Criada sobre um plátano, junto da fonte Amimone, perto do Pântano de Lerna, na Argólida, a Hidra é figurada como uma serpente descomunal, de muitas cabeças, variando estas, segundo os autores, de cinco ou seis, até cem, e cujo hálito pestilento a tudo destruía: homens, colheitas e rebanhos. A Hidra, filha de Tiphon e Equidna, era uma besta metade...

Mnemosine - a deusa de memória, era filha de Géia e Urano. Tendo se unido a Zeus gerou nove filhas: as Musas. Hesíodo pastoreava seus rebanhos no Hélicon quando as Musas se dirigiram a ele e lhe disseram que sabiam mentir e revelar a verdade. Deram-lhe um ramo de loureiro e iniciaram-no como poeta. Em vista disso, ele contou-nos as...

O Minotauro (em grego: Μῑνώταυρος; em latim: Minotaurus; em etrusco: Θevrumineś), na mitologia grega, era segundo sua representação mais tradicional entre os gregos antigos, uma criatura imaginada com a cabeça de um touro sobre o corpo de um homem. O autor romano Ovídio descreveu-o simplesmente como "parte homem e parte touro." Habitava o centro...

O mais popular de todos os heróis gregos, como atestam a constância e a freqüência de seus aparecimentos na tragédia e particularmente na comédia, foi o único celebrado por todos os Helenos. Seu culto abrangeu uma universalidade tal, que até mesmo uma cidade como Atenas, tão cônscia de suas peculiaridades, não só se vangloriava de haver precedido a...

Cérbero (também chamado de Cerburus o Kerburs) é um cão monstruoso de várias cabeças que guarda os portões do submundo. A sua principal função é prevenir a saída dos mortos e entrada de vivos nesse local. O Cérbero é fruto de uma união entre os monstros Echidna e Typhon.

Bona Dea era evocada para promover a saúde, a castidade e a fertilidade. Era popular entre os libertos e entre os escravos que esperavam tornar-se libertos um dia.

Trata-se, sem dúvida, de dois nomes importados, provavelmente da Trácia. Quanto a Dioníso, deus grego e não romano (o latim Bacchus que, à época da helenização de Roma e do sincretismo religioso greco-latino, suplantou o Liber dos latinos, é mera transliteração do grego Bákkhos); quanto a Dioníso, repetimos, que não aparece em Homero, Hesíodo,...

Consoante o historiador Heródoto 484-408 a.e.c., os cultos mais antigos de Demeter foram afogados pelas invasões dórias, a partir do século XII a.e.c. Ficaram, no entanto, alguns vestígios dessa fase antiga, particularmente na Arcádia, onde a deusa estava associada ao primitivo Poseidon, o Poseidon-cavalo, bem como em Elêusis. Nos arredores de...

Os centauros eram a personificação das forças naturais desenfreadas, da devassidão e embriaguez. Centauro era um animal fabuloso, metade homem e metade cavalo, que habitavam as planícies da Arcádia e da Tessália. Seu mito foi, possivelmente, inspirado nas tribos semi-selvagens que viviam nas zonas mais agrestes da Grécia. Segundo a lenda, era filho...