Zemyna - Deusa Mãe e Criadora da Vida

29/02/2020

Zemyna personifica a terra fértil e nutre toda a vida na terra, humana, vegetal e animal. Tudo o que nasceu da terra retornará à terra, portanto, seu culto também está relacionado à morte. À medida que o culto diminuiu após o batismo na Lituânia , a imagem e as funções de Žemyna foram influenciadas pelo culto à Virgem Maria 

Era a deusa báltica da terra, criadora de todas as formas de vida. Quando uma criança nascia, ela era reverenciada e honrada com oferendas de comidas colocadas sobre pedras, amarradas em árvores ou entregues na água corrente. Os pais agradeciam pela nova vida se ajoelhando e beijando a terra por três vezes. Seu nome significava simplesmente "terra" e para exaltar a sua fertilidade, Zemyna era invocada com os títulos de: "formadora de botões, flores ou sementes". Sua área de atuação era a vida vegetal: árvores, arbustos, plantas, ervas, liquens, musgo, algas. As árvores com três ou nove galhos eram consagradas a Zemyna, o topo sendo o local onde era guardado o segredo da vida, principalmente nas tílias e abetos, árvores consagradas a ela.

Os povos bálticos acreditavam que a vida humana e vegetal fluíam juntas, as almas à espera da reencarnação se alojando nas árvores após a sua morte física. Os espíritos das mulheres moravam nas tílias e abetos, dos homens em carvalhos, bordos e bétulas. As moças virgens sobreviviam como lírios e os ancestrais residiam nas árvores frutíferas. A paixão báltica pela vida das plantas e a reverência da terra ecoava nas dainas, as canções folclóricas que guardavam verdades mitológicas e espirituais ocultas nos seus versos. Até mesmo uma simples árvore do quintal podia se tornar uma "árvore cósmica", conduzindo orações para a deusa solar Saule; os pássaros que nela se abrigavam tornavam-se emblemas da força da vida.

Fontes: Templo de Apolo, Wikipedia, FAUR,Mirella.O princípio feminino - As deusas e seus mitos.in:__________.Ragnarok:O crepúsculo dos deuses.São Paulo/SP:Cultrix,2011.Cap. 5.p.282-283