Shinigami (死神) - O Deus da Morte

09/06/2018

Shinigami (死神) é um termo que pode ser traduzido como 'Deus da Morte', e que, no Ocidente, costuma remeter à uma criatura esquelética, que, salvo algumas alterações, na maioria das vezes, costuma se apresentar trajando um manto negro com capuz e carrega uma foice, com a qual ceifa a vida dos humanos, encerrando sua existência na terra, e transportando suas almas para o outro mundo. Na mitologia japonesa, o shinigami poderia ser classificado como um tipo de 'kami' (神, Ser supremo ou divindade), apesar que algumas pessoas os classificarem erroneamente como um tipo de 'yokai' (妖怪, monstro, demônio ou ser espiritual mitológico) que teria o poder de vagar entre os mundos dos vivos e dos mortos. Incorporado à cultura moderna japonesa graças aos veículos de mídia, o shinigami, apresentado como um ceifador de almas, não é uma figura da mitologia nipônica, sendo na verdade, uma variante da criatura proveniente da cultura européia conhecida como 'Grim Reaper', ou Ceifador Sinistro

O Ceifador teria tido suas origens durante o final da era histórica conhecida como 'Baixa Idade Média', que durou aproximadamente entre os anos 1000 até 1347, e que foi caracterizado por uma série de calamidades, destacando-se a grande Epidemia de Peste Negra, que assolou o continente europeu entre 1348 e 1350, matando cerca de um terço da população do mundo conhecido à época.


O que são Shinigami?

Os Shinigami (死神) são entidades da cultura japonesa, cujo trabalho é "levar" a alma dos humanos para o outro mundo. Eles são responsáveis por fazer com que cada pessoa morra a seu tempo e, de seguida, orientar o seu espírito para ser julgado na vida após a morte.
Podemos dizer que o Shinigami da cultura nipónica é semelhante à "Morte" da cultura ocidental. O nome "Shinigami" é geralmente usado para expressar qualquer Deus da Morte. (Por exemplo no budismo Enma é o deus que julga e pune depois da morte (Jigoku) e no xintoísmo é a Izanami.)

Mas qual a sua origem?

A origem dos Shinigami não é muito clara, mas acredita-se que possa ter uma base na cultura europeia, devido à conhecida figura do colector de almas (a "Morte"). O termo Shinigami apareceu pela primeira vez em 1721, na obra teatral "Shinjū Ten no Amijima", de Chickamatsu Monzaemon. Este termo é utilizado para designar qualquer ser sobrenatural cuja finalidade seja a morte.

Qual a função dos shinigami?

A tarefa dos Shinigami é fazer com que uma pessoa morra na hora certa e conduzir a sua alma para uma área de espera, onde o "Deus da morte" têm a função de ajuda-la a escolher um local onde esta passará a eternidade. A alma tem 7 dias para concluir esta tarefa caso contrário terá o destino traçado pelos seus actos. Outras crenças consideram que o Shinigami é um psicopompo, cuja função é cortar os laços antigos entre a alma e o corpo e guiar a alma do falecido para outro mundo .

Qual a aparência de um Shinigami?

Ninguém sabe ao certo qual a aparência de um Shinigami, afinal, aqueles que possivelmente os tenham visto já partiram e aqueles que estão neste mundo não estão muito interessados em ver um... Por isso a sua aparência fica ao critério de cada um... (Usem a imaginação pandinhas...)

O Shinigami é um ser do bem ou do mal?

Esta é uma questão muito comum, pois não se sabe se este ser é de natureza boa ou má. Porém, em algumas narrações, são descritos como seres terríveis e sanguinários.

Como os japoneses se comportam em relação aos Shinigami?

As formas de como os japoneses mostram respeito pelos Shinigami varia de região para região. Por exemplo em Miyajima, prefeitura de Kumamoto, as pessoas que têm o costume de sair à noite devem comer arroz ou beber chá antes de se deitarem, caso não o façam a visita de um Shinigami, nessa noite, é certa.

Noutras regiões é dito que cada Shinigami têm um nome e um lugar especial onde esperam que as pessoas morram. Se por acaso alguém morrer e não estiver nenhum Shinigami por perto, então o espírito dessa pessoa não consegue passar para o outro mundo, ficando preso no mundo dos vivos.
Existem ainda regiões em que se acredita que se um Shinigami não chegar à hora marcada, pode possuir um ser humano, e normalmente esta possessão não acaba muito bem. 


Fontes : Le Lenda-Chan, Mundo Oriente, Mitologia Japonesa