Shennong (神農) - O Pai da Agricultura e da Medicina

06/01/2019

Sucessor de Fu Xi, Shennong era o segundo dos Três Soberanos (Fu Xi, Shennong e Nu Wa). Foi um herói cultural e imperador mítico, filho de uma princesa mortal e um dragão do céu. Como metamorfo, ele geralmente assumia a forma de um humano com cabeça de boi, mas podia virar um vento abrasador e criar enormes incêndios florestais para ensinar aos mortais como devastar a terra para fins agrícolas. Ele ensinou muitos segredos para um a agricultura bem-sucedida, além de lhe ser creditada a invenção da medicina chinesa. Algumas narrativas dizem que ele governou de 2737 a.e.c. a 2697 a.e.c. e muitos estudiosos atualmente pensam que ele e o imperador Yen Ti, o suposto sucessor dos Três Soberanos, são a mesma pessoa, Segundo um conto, ele governou por 17 gerações humanas, e usava seu ventre transparente como centro de lestes de plantas medicinais.

De acordo com algumas versões dos mitos sobre Shennong, ele acabou morrendo como resultado de suas pesquisas sobre as propriedades das plantas, através da experimentação em seu próprio corpo, depois, em um de seus testes, ele comeu uma flor amarela de uma erva daninha que causou a ruptura de seu intestinos.

O sacrifício de vacas ou bois para Shennong em suas várias manifestações, não é de todo o caso, porcos e ovelhas eram aceitáveis. Fogos de artifício e incensos também eram usados, especialmente próximo a sua estátua no dia de seu aniversário em 26 de abril, de acordo com a tradição popular.

Sob os seus vários nomes, Shennong é a divindade, especialmente dos agricultores, comerciantes de arroz e praticantes da Medicina Tradicional Chinesa. Existem muitos templos e outros locais dedicados à sua adoração.

Mais tarde, Shennong inspirou o Agriculturalismo uma filosofia agrarianista chinesa que defendia uma utopia de comunismo e igualitarismo camponês. Acreditavam que a sociedade chinesa deveria ser modelada a partir do sábio e rei Shennong, um herói popular que foi retratado na literatura chinesa como "um trabalhador dos campos, junto a todos os outros, e que consultava a todos os outros, sobre qualquer decisão que precisasse ser tomada"

Não se limita a uma pessoa, mas é a descrição de todo um período histórico. Filósofo, observador da natureza, farmacêutico, é um ser altamente complexo em muitos aspectos visto que a sociedade chinesa é baseada na cultura agrícola. Ele ensinou a preparar o solo e plantar, colher, difundiu os 5 principais grãos da cultura chinesa. É responsável pelo calendário chinês ressaltando a importância das mudanças climáticas para o cultivo da terra. Fundador da ideia que temos sobre o comércio centralizado em um mercado. Inventor do machado, enxada, arado e alça do arado.

Depois que Fu Xi instituiu o casamento na sociedade, a população chinesa antiga cresceu gradualmente. Então, as pessoas encontraram novos problemas. Primeiro, eles não sabiam o que comer e o que não comer. Em segundo lugar, não sabiam como curar doenças. Diz-se que a peste causou muitas mortes entre as pessoas naquele tempo. 

De acordo com uma outra lenda, Shennong nasceu com a barriga cristalina e todos os seus órgãos podiam ser vistos claramente. No terceiro dia de seu nascimento, ele podia falar; no quinto dia, ele podia andar; e no sétimo dia, todos os seus dentes já haviam se desenvolvido.

Para encontrar soluções para os problemas de alimentação e saúde, Shennong embrenhou-se nas montanhas para procurar plantas comestíveis e ervas. Como resultado de experimentar várias plantas, frequentemente ele se intoxicava; sendo que o maior registro foi de setenta vezes num dia. A razão de ele poder dominar uma intoxicação era que ele tinha a barriga cristalina e assim podia assistir como as ervas funcionavam em seu corpo e saber que espécie comer ou não, e a função curativa das ervas.

No total, Shennong descobriu 365 plantas com função curativa. Ele estabeleceu uma base significativa para a medicina chinesa tomando notas de todas as ervas. A milenar medicina chinesa desenvolveu-se com base nas descobertas de Shennong. Portanto, Shennong foi reverenciado como o pai da medicina chinesa.

Shennong também criou um banjo para enriquecer a vida das pessoas. Ele inventou o arado para ajudar no cultivo do solo, ensinou as pessoas a fazerem cerâmica, a assarem seus alimentos, e a fazerem seda usando o bicho-da-seda. Foi Shennong que trouxe o povo chinês para uma sociedade agrícola tribal.

Além disto, ele também criou mercados, onde as pessoas podiam trocar mercadorias entre si, o que melhorou substancialmente suas vidas porque assim podiam obter uma variedade de produtos. Desde então, as gerações de agricultores e médicos veneram Shennong como uma divindade.


Fontes: epochtimes, pelamente, Mythology & Culture