Parvati – Deusa do Amor e do Casamento

24/06/2018

A Deusa Parvati é a Deusa indiana do amor e do casamento. Parvati é a segunda esposa de Shiva, o Deus indiano da destruição e da transformação (a primeira esposa foi Sati, uma encarnação anterior de Parvati). O casal possui dois filhos: Ganesha e Kartikeya, sendo Ganesha o Deus da Sabedoria e Kartikeya o Deus da Guerra.

A Deusa Parvati é uma das muitas manifestações da Deusa Durga, a Deusa Hindu que representa o grande poder feminino. Parvati retrata um lado gentil e maternal da Deusa. Juntamente com a Deusa Sarasvati (Deusa das artes e da sabedoria) e com a Deusa Lakshmi (Deusa da riqueza e da prosperidade), Parvati faz parte da trindade de Deusas Hindus conhecida como Tridevi.

  • Atribuições: Deusa do amor, do casamento, da devoção, da fertilidade, da força divina e do poder, protetora das mulheres
  • Símbolos: Elefantes, Tigres, Tridente, flor de lótus e a dança
  • Local: Índia

A Deusa Parvati é uma Deusa Hindu serena, tranquila e cheia de amor. Parvati também é considerada uma Deusa da fertilidade e seus devotos geralmente pedem por bons casamentos, para resolver problemas amorosos e para atrair o amor de forma geral.

Deusa Parvati - Deusa do Amor

Existem muitas representações diferentes da Deusa Parvati e a maioria delas mostra a Deusa usando um vestido avermelhado e ao lado de seu marido, o Deus Shiva.

Sempre que está ao lado de Shiva, a Deusa Parvati possui apenas dois braços e geralmente segura uma lótus em sua mão direita. Quando vista sozinha ela é geralmente representada com quatro braços e pode segurar diversos itens em suas mãos como uma concha, um espelho, uma coroa, um rosário, um sino, um prato de arroz, uma ferramenta de agricultura ou cana de açúcar.

Uma de suas mãos podem estar na posição Abhaya mudra (não tenha medo) e a outra pode estar segurando um de seus filhos, sendo mais comum segurar Ganesha. Parvati também é represetada com pele dourada ou amarelada e o bronze é o material mais usado para fazer suas esculturas.

Parvati e Shiva representam o casal perfeito que conseguiu superar todas as dificuldades para se manterem juntos através do amor. Um dos episódios mais trágicos da história de Parvati possui diversas variações, mas o final é sempre o mesmo.

Uma das versões conta que: Uma vez, com a ausência de Shiva, a Deusa Parvati moldou uma criança a partir do barro e a imbuiu de vida. Um dia enquanto tomava banho, Parvati pediu para que seu filho vigiasse a entrada do local onde se banhava para prevenir intrusos. Neste momento Shiva retornou de uma viagem e foi impedido pela criança de entrar em sua morada. Num ataque de fúria, Shiva decapitou a criança com seu tridente. Parvati, triste, contou que Shiva havia matado seu próprio filho e ordenou que ele restaurasse a vida da criança. Shiva então utilizou a cabeça do primeiro ser que encontrou para poder trazer a criança de volta à vida. E esse ser foi um elefante. Assim, nasceu Ganesha.


Deusa Parvati - Deusa do Casamento

A Deusa Parvati é normalmente encontrada ao lado do Deus Shiva na maioria dos templos hindus localizados no sul e sudeste da Ásia. Alguns deles celebram grandes eventos na vida da Deusa. Os templos de Khajuraho são um dos quatro principais locais associados à Deusa Parvati, junto com Kedarnath, Kashi e Gaya. De acordo com a mitologia hindu, Khajuraho é o lugar onde Parvati e Shiva se casaram.

Uma grande parte das pessoas buscam ajuda da Deusa Parvati para resolverem problemas conjugais. O mantra de Parvati Swayamvara Parvathi, segundo seus devotos, tem o poder de trazer o casamento, resolver problemas entre o casal ou, ainda, prevenir uma má união. Esse é um mantra que deve ser pronunciado 1008 vezes por dia, durante 108 dias seguidos para que a energia necessária para o seu funcionamento seja gerada.


Fontes: Santuário Lunar