O Clã Belmont - Castlevania

17/10/2019

O clã é, de longe, a familia mais importante e proeminente da série Castlevania. Apesar de seu papel na história, eles não são, no entanto, os únicos protagonistas principais vistos ao longo da franquia, mas geralmente desempenham um papel fundamental na história da maioria dos jogos.

Desde o século IX, os Belmonts são encarregados do dever de matar o Conde Dracula e de várias outras criaturas da noite. Para este propósito, eles usam como arma principal o chicote assassino de vampiros conhecido como vampire killer, que tem o poder de destruir qualquer entidade da escuridão. Eles também usam outras armas para realizar isso, o que, junto com sua habilidade e poder, os transformou em inimigos formidáveis das criaturas da escuridão.

Historia 

A dinastia não foi formada com o propósito de destruir criaturas da noite até depois que Leon Belmont prometeu matar seu antigo amigo Dracula. Foi no mesmo período de tempo que o chicote assassino de vampiros, a arma principal de Belmonts foi criada através da união da alma da noiva de Leon, Sara Trantoul com poderes alquimicos. Após isso, o único dever dos Belmonts tornou-se proteger a Transilvânia da escuridão.

Até o século 19, os Belmonts derrotaram constantemente Drácula durante suas ressurreições. Em algum momento depois de "Castlevania: Sinfonia da Noite", os Belmonts se ausentaram e não reapareceram novamente até 1999, quando Julius Belmont derrotou Dracula de uma vez por todas. Até esse ponto, o Clã Morris apoderou-se do chicote assassino de vampiros, já que os Belmonts não podiam tocá-lo até esse momento.


Saga Dark Night Prelude

A progenitora da maneira de matar vampiros do Clã Belmont nesse universo era Sonia Belmont. Sonia nasceu em uma remota aldeia montanhosa localizada na Transilvânia. Uma noite, quando Sonia tinha 17 anos, ela encontrou um jovem chamado Alucard. Os dois formaram uma ligação juntos .

Tempos depois, a mansão onde Sonia foi criada foi atacada por monstros que serviam o Conde Dracula. Ele estava invadindo países europeus um por um com seu exército de monstros. O Conde fez isso por vingança pela morte de sua esposa nas mãos da humanidade. Em meio a destruição, Sonia encontrou seu avô, mortalmente ferido. Seu avô disse a ela que era hora de seu poder ser liberado. Sonia então recebeu o chicote de seu avô como uma lembrança em sua mão, partindo para o Castelo de Drácula.

Ela viajou pelo interior da Transilvânia até o Castelo do Conde, destruiu seus lacaios e depois derrotou o próprio Dracula. Após isso, ela jurou que seus descendentes estariam lá para acabar com ele novamente, se ele voltasse um dia.

Depois de ter se cruzado com Sonia, Alucard decidiu se isolar após a morte de seu pai (Dracula). No entanto, Sonia deu à luz uma criança logo depois. Seu nome era Trevor Belmont e ele continuaria tanto o legado de Alucard quanto o do Clã Belmont.


Poder e meios de combate

Desconhece-se que poder os Belmont possuem ou se eles possuem quaisquer poderes sobrenaturais, além dos poderes mágicos que alguns dos descendentes de Trevor têm devido ao seu casamento com Sypha Belnades. Este poder mágico é talvez mais proeminente em Juste Belmont, como ele usa livros de feitiços para capacitar suas sub-armas. Júlio também menciona que ele tem poder mágico. Se isto é do mesmo tipo que o que Juste exerce ou não é desconhecido. No entanto, quando Leon Belmont, o mais velho elo conhecido na linhagem de Caçadores de vampiros de Belmont, conhece pela primeira vez Joachim Armster, ele é capaz de perceber a presença de vampirismo nele. Isso poderia sugerir uma predisposição natural ao longo da linhagem de sua família para detectar e confrontar vampiros, ou as forças das trevas em geral. Além disso, durante os eventos de Curse of Darkness, é afirmado que apenas o sangue de um Belmont tem o poder de abrir um portal para outra dimensão abaixo do Castelo de Dracula, e de fato estava obtendo uma amostra do sangue de Trevor, a verdadeira intenção de Isaac em lutar contra ele. . Um evento semelhante ocorre em Dawn of Sorrow, onde é apenas com o poder de um Belmont, neste caso, Júlio, que uma barreira de energia pode ser dissipada, concedendo acesso ao Mine of Judgment, o covil onde a Morte mora.

Alguns mencionaram esse poder de Belmonts. Por exemplo, Simon Belmont diz "Esse é o poder de um Belmont!" em Castlevania Julgamento depois de completar seu super finalizador. Soma Cruz também declara, depois de derrotar Julius, que "Você pegou leve comigo. Eu poderia dizer. A força de um Belmont ... Não ... a força de um caçador de vampiros é maior que isso.", O que pode implicar que os caçadores de vampiros em geral têm uma certa força. Além disso, os Belmont foram exilados porque seus poderes eram vistos como assustadores pelo povo da Transilvânia. No entanto, não foi confirmado se os Belmonts têm um poder especial (além do poder mágico de Sypha) ou não.

A arma principal dos Belmont é a Vampire Killer, um chicote sagrado extremamente poderoso que é especialmente eficaz contra criaturas malignas e profanas, como vampiros. Seu poder total só pode ser usado sem quaisquer consequências por um membro de sangue puro do Clã Belmont. Os Belmonts também usaram sub-armas como seus outros meios para atacar e são geralmente muito habilidosos em combate, seja com o Assassino de Vampiros ou sub-armas. Até agora, o clã Belmont foi o mais poderoso de Castlevania devido a tudo isso.


Membros do clã 

Leon Belmont

Leon Belmont é o fundador da tradição do clã de caça aos vampiros e também o primeiro usuário conhecido do chicote assassino de vampiros em sua forma completa, embora ele não tenha derrotado Dracula, já que este não existia naquele momento. Ele foi um cavaleiro que lutou ao lado de Mathias, mas deixou sua cavalaria para perseguir os seqüestradores de sua noiva, o que levou aos eventos do jogo. Após seus esforços, o dever dos Belmonts tornou-se proteger as pessoas da escuridão. A alma de sua falecida noiva, Sara Trantoul se uniu ao chicote alquimico para se tornar o chicote assassino de vampiros.


Trevor Belmont

Trevor é o primeiro Belmont a ter derrotado Dracula e, como tal, ganhou status lendário. Dracula tinha atacado a Transilvânia com suas legiões e nenhum homem poderia opor-se contra ele, o que obrigou a igreja a encontrar um membro do clã Belmont, esse membro era Trevor, que derrotou hordas das legiões de Drácula, ele fez aliados valiosos a caminho, e finalmente derrotou o próprio Drácula. Após isso, Trevor então casou-se com a feiticeira Sypha Belnades, uma das pessoas que ele encontrou em sua jornada.


Christopher Belmont

Cem anos depois, Dracula voltaria a surgir, mais poderoso do que nunca. Porém, Christopher Belmont estava pronto para enfrentar o Conde e derrotá-lo em combate. Drácula fingiu derrota e esperou 15 anos para achar uma abertura. Abertura essa que surgiu quando o filho de Christopher (Soleiyu) nasceu. Dracula possuiu o menino quando ele completou 15 anos, o que obrigou Christopher a ir em seu encontro, ele teve uma jornada complicada ao ter que atravessar 5 castelos, mas no final ele enfrentou o Conde, que agora possuia o corpo de seu filho. Com a derrota, Dracula foi obnrigado a deixar o corpo do menino e assim, Christopher e seu filho sairam vitorioso.


Soleiyu Belmont

Filho de Christopher e usado como receptaculo de Dracula. Ele foi libertado de sua influência quando foi derrotado em batalha por seu pai. Ele herdou o chicote e o título de caçador de vampiros depois.


Simon Belmont

Simon é possivelmente o membro mais famoso do clã. Mesmo que houvesse rumores de que Dracula se tornaria mais forte a cada ressurreição, ele foi ao castelo do Conde sozinho. No entanto, antes de ser morto em combate, Dracula lançou uma maldição em Simon, o que não permitiu que os graves ferimentos dele fossem curados e assim fosse o matando lentamente. Em 1698, Simon teve uma revelação e descobriu que o unico jeito de se livrar da maldição era reunir os restos mortais de Dracula e queima-los. No entanto, depois de ter reunido os restos do Conde, um pedaço novo surgiu e fez com que Dracula revivesse. Mesmo ferido e morrendo aos poucos, Simon ainda assim foi capaz de derrota-lo de novo e então se livrou da maldição.


Juste Belmont

O castelo apareceu de repente, sem ataque ou cerimônia prévia. Juste teve que explorar o castelo e descobrir seus segredos e finalmente descobriu que foi através da outra personalidade de Maxim que o castelo ressurgiu, embora sem seu verdadeiro mestre (Dracula). Juste finalmente lutou para salvar Maxim e, no final, lutou contra um espectro nascido dos sentimentos de Maxim que assumiu a aparência de Drácula. Ele salvou o mundo e seus amigos da corrupção de Drácula.


Richter Belmont

A cidade de Richter foi atacada por legiões sombrias e logo ao descobrir, ele cavalgou em direção à cidade. Infelizmente, ele chegou tarde demais e Drácula já havia sequestrado sua noiva, Annette e outras três donzelas da aldeia, Richter fez o seu caminho através de muitas formidáveis ​​criaturas e obstáculos. Ele salvou as quatro donzelas e derrotou Drácula, salvando o mundo da escuridão mais uma vez. Richter também tem a reputação de ser o mais poderoso caçador de vampiros na época.


Julius Belmont

Júlio apareceu em algum momento do século 20, o primeiro herdeiro Belmont desde Richter, e pegou o chicote. Ele, junto com alguns companheiros, derrotou Drácula de uma vez por todas no ano de 1999, selando seu castelo dentro de um eclipse solar que ocorreu. Julius Belmont foi o mais forte caçador de vampiros de seu tempo, como confirmado em Aria of Sorrow.


Personagens Bonus


Mathias Cronqvist (personagem que se tornou o Dracula)

Mathias Cronqvist era o bom amigo de Leon Belmont . No mundo dos cavaleiros, ele era um tático e gênio que até se chamava Cronqvist O Sábio. Como a família de Mathias tinha livros que registravam artes secretas transmitidas oralmente sobre a alquimia, o próprio Mathias tinha um conhecimento detalhado da alquimia. Sua amada esposa, Elisabetha , morreu de doença enquanto estava em uma expedição. Mathias ficou chateado e acamado e Leon foi obrigado a continuar as campanhas sem o seu amigo. Quando a amada de Leon foi sequestrada, Mathias disse-lhe que era um vampiro que tinha sequestrado ela.

Na verdade, Mathias havia enganado Leon e provavelmente não estava acamado. Em um luto profundo, Mathias elaborou um plano para se vingar de Deus por roubar sua amada Elisabetha, com todas as coisas que ele sabia, ele planejava se tornar um vampiro e viver eternamente. Para isso ele manipulou Leon, Rinaldo, Sara, e até Walter (vampiro que ele disse a Leon que teria sequestrado sua esposa). Ele planejava obter a alma do vampiro Walter com a Pedra Carmesim (uma relíquia poderosa que ele havia roubado de Walter enquanto fingia ser leal a ele). Após isso, ele usou o poder da pedra para absorver a alma do vampiro Walter e então renasceu. Ele ofereceu a pedra para Leon na tentativa de o ter como aliado imortal, pois afinal, Leon teria tido a mesma perda que ele. Porém, Leon recusou e prometeu que seu clã o caçaria para sempre. Com o passar do tempo, Mathias se renomeou para Dracula, tirado da palavra romena "Dracul" que significa dragão e diabo.


Walter Bernhard 

Walter era um poderoso vampiro que vivia em uma floresta chamada Eternal Night. Possuía a Pedra de Ébano, um dos dois tesouros que o vampiro conseguiu obter através de meios desconhecidos. Devido a essa joia, Walter era praticamente invencível;pois infundiu seu corpo com a mesma energia que perpetua das trevas que cobriam a floresta que vivia, proporcionando-lhe uma formidável proteção. Não satisfeito com seus poderes, Walter buscou persistentemente o outro tesouro vampírico, a Pedra Carmesim, mas não teve êxito.

Por ter poder absoluto Walter freqüentemente sucumbe ao tédio. Para aliviar-se, ele frequentemente organizava jogos de gato e rato com guerreiros valentes que achava interessantes e para atrair os guerreiros até ele, Walter frequentemente sequestrava alguém importante para ser alvo, na tentativa de forçá-los a ir atrás dele. Arrogante e totalmente sem consciência, Walter costumava "presentar" seu alvo de sequestro com o vampirismo, apenas para assistir o horror e a tragédia que certamente seguirão, como fez com Justine Gandolfi. Seu pai Rinaldo Gandolfi tentou resgatá-la de Walter, mas falhou e foi derrotado por ele. Walter era conhecido por ter feito esse jogo com vários outros guerreiros que sucumbiram.

Walter também presenteou o vampirismo de seu servo Joachim Armster, que acabou se rebelando contra seu mestre, mas falhou e, finalmente, o aprisionou em vez de matá-lo, pois se divertia com sua tentativa de traição e o usou como um dos seus cinco servos que deveria ser derrotado por novos guerreiros que buscavam lutar diretamente com Walter.

Eventualmente conheceu Mathias Cronqvist, que o convenceu de roubar a amada do barão Leon Belmont, prometendo que seria um desafio como nenhum antes, devido às habilidades lendárias de Leon. Depois que Leon derrotou todos os seus cinco servos que guardavam a entrada de seu castelo interior, o próprio Walter recebeu Leon, que desafiou o vampiro, mas a proteção da Pedra de Ébano impediu Leon de lhe prejudicar. Depois de brincar com Leon, Walter devolveu para ele sua noiva, Sara, que estava no processo de se transformar em uma vampira. Esse ato porém resultou em Sara se sacrificando para criar o chicote Vampire Killer, a arma que ajudaria Leon a derrotá-lo.

Os planos de vingança de Walter contra Leon foram interrompidos quando ele avistou a morte aparecendo para ele. A Morte o avisou que ele teria sido traído e então pegou sua alma e a ofereceu para o verdadeiro dono da Pedra Carmesim, Mathias.

Mathias explicou o que realmente aconteceu, que ele próprio estabeleceu um esquema para fazer com que Walter sequestrasse Sara para forçar Leon a derrotar o vampiro, sabendo que as habilidades de Rinaldo e o esquema usual de Walter de "aumentar as apostas" ao transformar suas vítimas em vampiros resultariam nos meios para derrotar o vampiro e adquirir a sua alma através da Pedra Carmesim, algo que Mathias precisava para se tornar um vampiro e adquirir a imortalidade que desejava.

Fontes: aminoapps, castlevaniafandom, wikipedia, castlevaniawiki,