Naamah - A Rainha da Terra e da prostituição

10/03/2019

Como um dos quatro demônios da prostituição sagrada e da sexualidade, Naamah é uma deusa importante dentro das tradições de muitos Satanistas.

O nome de Naamah se traduz em "agradável" e é considerada uma deusa da adivinhação. Outras variações de seu nome são Na'amah, Maamah, Nahemoth e Nahemah. Essas grafias frequentemente ocorrem dentro de vários escritos de Grimoires e Cabalística em referência ao seu alegado status entre os ocultistas pseudo-cristãos como um ser associado à maldade.


As origens de Naamah são obscuras.

Os estudiosos não concordam quanto à maneira pela qual ela aparece pela primeira vez dentro da mitologia, nem é claro sobre como ela se identificou como deusa da prostituição sagrada. O Zohar descreve Naamah como um anjo caído e uma das quatro noivas de Samael ao lado de Lilith, Eisheth Zenunim e Agerath bat Machaloth.

Dentro da tradição zoharística, Naamah e sua irmã, Lilith, visitavam Adão em diversas formas, tendo assim vários filhos. Uma dessas lendas sugere que o Príncipe demônio, Asmodeus, foi o produto do amor entre Naamah e Adão. Outro relato da história do nascimento de Asmodeus implica que Agerath bat Machaloth, não Naamah, era a mãe do demônio, cujo pai era o Rei David.

O papel de Naamah é muito mencionado - pelo menos no contexto do Qliphoth. Ela está alinhada com a direção do Noroeste, associada a Abaddon, e é retratada como uma mulher agachada com o corpo de um animal, comendo a Terra enquanto ela se arrasta pelo chão. Embora esta descrição possa parecer estranha, é bastante apropriado, levando em conta que Naamah é considerada entre a maioria dos demonologistas como uma deusa da Terra.

Naamah também serve como guardiã, encontrando e guiando as almas abandonadas enquanto passam de sua existência encarnada para o reino desenfreado do Espírito. Ela exala amor e tranquilidade enquanto acompanha cada alma através do portão e além da Sombra da Morte aos outros mundos que esperam. Ela também pode servir como um gatekeeper espiritual - atuando como uma ponte entre os reinos invisíveis.

Ela também é uma deusa matrona das criaturas dentro do mundo natural, trazendo vida curativa e renovada a todas as plantas e animais em perigo. Ela reside dentro de um exuberante e fértil jardim noturno cheio de flora estranha e bonita.

Naamah também está alinhada com o 31º Caminho, conhecido como Sekhel Temidi ou o Caminho da Inteligência Perpétua, sobre a Árvore da Vida e o Elemento de Fogo, indicando sua associação com a sexualidade e a paixão. A natureza de Naamah pode, portanto, ser vista como alinhada primariamente com a Terra, mas secundariamente incorporando aspectos de Fogo e Água. Naamah é talvez a mais nutrida das quatro rainhas e está sempre ansiosa para proporcionar conforto e tranquilidade a seus filhos.

Assim, atribui-se a sua natureza o Elemento da terra como o Elemento primário e o Elemento da água como elemento secundário - reconhecendo o papel do Fogo dentro de sua natureza como uma deusa do amor e paixão.

Naamah também oferece serenidade para aqueles que estão preocupados ou indecisos com algo. Ela ajuda a diminuir a velocidade e examinar os obstáculos que estão diante, dando forças e habilidades para resolver todos os problemas da vida. Ela ajuda a reconhecer coisas em nossas vidas que são prejudiciais ao nosso estado de espírito, bem como às que nos beneficiam ou o que faremos no futuro.

Naamah há muito desfrutou de uma reputação como uma das rainhas mais sensuais e virtuosa da sexualidade sagrada. Ela até foi retratada dentro de obras literárias de ficção, como a novela Dardo de Kushiel de Jacqueline Carey, como uma graciosa deusa mãe divina, inspiradora dentro da paixão, desejo e apreciação do prazer sexual de suas crianças.

Este retrato de Naamah é bastante preciso, pois ela é uma deusa a quem todos os assuntos da sexualidade humana são presentes e sagrados. Um é lembrado da linha entregue pela Grande Deusa da Wicca em que ela diz que "todos os atos de amor e prazer são meus rituais". Este é talvez um sentimento perfeito para Naamah. Aqueles que procuram seus mistérios devem ter em mente que apreciar as alegrias da carne é prestar homenagem a Naamah.


Invocação a Naamah

Voz invoco agora, ó sensual sedutora demoníaca, cujas encantamentos fizeram as estrelas mais brilhantes do céu caírem sobre a terra para despertarem nossos espíritos nossos espíritos com suas obscuras luzes luciferianas.

Bela e mortal deusa Naamah!através de vossas chamas, permita-nos em vossa mais terrível escuridão, nos revelando a verdade proibida e escondidas por de trás do véus existencial da casualidade!

conceda-me os poderes provindos de vossas teias da morte.

Para que eu possa manipular reis e poderosos deste mundo como marionetes, conceda-nos poder e sabedoria para que possamos traçar nossa própria jornada neste mundo obsceno.

Deusa demoníaca da prostituição,vós que conceda a todos que estão disposto a pagar seu preço equivalente ao sangue o que procura, conceda-me a entrada em seu segredo ocultos deixando inflamado em vossa escuridão mais irradiante.

Naamah, deusa da escuridão de todos os terreiros nahemooth, em nome do senhor de toda sabedoria e iluminação Lucifer e da senhora de todos os deuses e deusas Lilith.

Ouça agora as invocações de vosso filhos fieis, concedendo-nos os mais tenros desejos luxuriosos e absolutos.

Naamah, Nahema,Nahemoth, Liftchoach,Saari ha sitra AHRA (11x)

Fontes: mythlogy&culture, fatossobrernaturais, bruxadelilith, ascendingflame, grandemestre