Mere-Ama - A Mãe das Águas

16/09/2019

Na mitologia finlandesa é descrita a representação da essência da água - do oceano, dos mares, lagos e rios - como uma mulher madura, com longos e sedosos cabelos prateados. Ela protegia os animais aquáticos e as plantas, e regia a reprodução humana, animal e vegetal. Para atrair sua proteção e assegurar o sucesso nas pescarias, derramavam-se bebidas alcoólicas no mar. Os pescadores oravam para que Mere-Ama conduzisse os peixes para suas redes, no entanto, temiam que fossem seduzidos e raptados por ela e evitavam pescar ou se banhar no mar perto do meio-dia (sua hora mágica).

Quando uma mulher se casava e se mudava para uma nova casa, a primeira coisa que fazia era levar oferendas de pão, queijo, pano e lã para Mere-Ama, no córrego mais perto da sua moradia. Invocando sua bênção, ela lavava o rosto, os cabelos e as mãos, como um gesto de reverência, mesmo no inverno quando precisava quebrar o gelo, e pedia proteção para sua casa nas tempestades ou inundações.

Fontes: Templo de Apolo, FAUR,Mirella.O panteão nórdico.in:__________.Ragnarok:O crepúsculo dos deuses.São Paulo/SP:Cultrix,2011.Cap. 3.p.13