Marishi-Ten ((まりしてん) - Deus da Guerra

21/12/2020

Marishi-Ten (まりしてん摩利支天, Marishiten?) é um deus chinês da guerra. 

No budismo sino-tibetano, Mārīcī (do sânscrito: मारीची, lit. "Raio de Luz") é um deva guardião, assim como um bodhisattva associado à luz e ao sol, sendo comum considerá-lo como um deus guerreiro ou até mesmo um deus da guerra. Suas representações variam consideravelmente, hora sendo homem ou mulher dentro de um lótus aberto, com três olhos em cada um de seus três rostos; com quatro braços de cada lado do corpo. Duas de suas mãos estão unidas, e as outras seis seguram sol, lua, sino, selo dourado, arco e alabarda. A divindade também é apresentada montado em um ou sete javalis. No taoísmo e na religião folclórica chinesa em particular, ele é adorado como uma divindade budista, sendo altamente reverenciado e até mesmo considerado como sinônimo de Doumu.

Já no Japão, Mārīcī é conhecido como Marishi-Ten (まりしてん摩利支天) ao qual é venerado como um protetor e patrono que representava para seus devotos o objetivo de alcançar um estado mental elevado, onde perdiam o interesse pelas questões de vitória ou derrota (ou vida e morte), transcendendo assim os entendimentos convencionais de mortalidade e tornando-se assim um guerreiro melhor, atingindo por fim o desprendimento e a compaixão através do domínio de si mesmo. Ele também foi adorado como uma divindade da riqueza e prosperidade pela classe mercante, ao lado de Daikokuten (大黒天) e Benzaiten (弁財天) como parte de um trio chamado de "três divindades" (三天, santen).

Aparência

Marishi-Ten é representado como uma entidade humanoide de pele alaranjada, olhos de iris negras, de oito braços e com três faces, cada uma com um semblante e penteado diferente; a esquerda representa a calma e tem cabelos negros enrolados curtos presos por uma grande presilha amarela na nuca; a do centro representa a séria, tem brincos meia lua nas orelhas e também tem cabelos escuros, porém mais bastos e presos para cima por uma grande tiara adornada que emoldura seu rosto; já a direita detêm uma aparência bestial e tem cabelos branco voltados para cima. Como traje, ele usa apenas um grande saiote oriental de guerra da cor verde musgo preso por grandes faixas brancas e verdes. Se tratando de acessórios, Marishi-Ten usa braçadeiras em sete de seus oitos braços, sendo que dois deles usam braceletes dourados em seus antebraços, enquanto no pescoço carrega um grande colar de contas branco.

Origens 

As origens de Mārīcī são obscuras; no entanto, ela parece ser um amálgama de antecedentes índicos, iranianos e não indo-iranianos, abrangendo 1.500 anos.

Também se acredita que ela se originou da deusa védica da aurora Uṣas .