A Menina da Lacuna

31/07/2018

Algumas casas japonesas têm muitas lacunas e rachaduras espalhadas por todos os cômodos. E nesses lugares vive um espírito maligno em forma de uma garota. Ela está entre os móveis, as portas ou gavetas e está sempre à procura de alguém para brincar com ela.

Se ela te encontrar, pedirá para brincar de esconde-esconde. Se você aceitar a brincadeira, na segunda vez que olhar para os olhos da menina dentro de uma lacuna, você será levado para outra dimensão ou o inferno.


A Lenda

No meio da noite, a pequena Naoko, acordou em seu quarto e quis ir ao quarto dos pais.

Desceu da cama, pegou sua boneca pelo bracinho e levou consigo.
"Vem comigo, Ayako!" - a pequena disse à boneca.
Naoko seguiu pela casa, indo em direção ao quarto dos pais, mas ao passar pela sala pensou ter visto algo atrás dos móveis.
A pequena se esticava tentando ver o que havia atrás do móvel. Com um pouco de receio, mas a curiosidade era maior. Ficou muito surpresa ao perceber que era outra menina!
"Quem é você?" - perguntou Naoko.
"Quer brincar de esconder?" - disse a menina atrás do móvel.
"Eu ou você se esconde?"
"Você me procura".
"Está bem!" - Naoko respondeu entusiasmada, se virou e cobriu os olhos. Cobriu também os olhos da boneca.
"Já posso virar?" - sem obter resposta a pequena se virou e não viu onde estava a menina. Começou então a procura.
Naoko corria olhando atrás de tudo, até que pensou ter visto a outra menina passar pela porta.
Os pais da pequena acordaram ao ouvirem seus risinhos vindos da sala e levantaram para ver o que ela fazia.
Naoko passou pela porta que pensou ter visto a menina passando, andou pelo corredor até uma lacuna (como as lacunas que costumam ter as casas japonesas).
Ela se aproximou da lacuna, e ao se inclinar para olhar, viu os olhos da menina escondida.

Quando os pais de Naoko chegaram ao corredor tudo o que encontraram foi a boneca caída. Naoko havia desaparecido para sempre - arrastada pela menina da lacuna para sempre!No meio da noite, a pequena Naoko, acordou em seu quarto e quis ir ao quarto dos pais.

Desceu da cama, pegou sua boneca pelo bracinho e levou consigo.
"Vem comigo, Ayako!" - a pequena disse à boneca.
Naoko seguiu pela casa, indo em direção ao quarto dos pais, mas ao passar pela sala pensou ter visto algo atrás dos móveis.
A pequena se esticava tentando ver o que havia atrás do móvel. Com um pouco de receio, mas a curiosidade era maior. Ficou muito surpresa ao perceber que era outra menina!
"Quem é você?" - perguntou Naoko.
"Quer brincar de esconder?" - disse a menina atrás do móvel.
"Eu ou você se esconde?"
"Você me procura".
"Está bem!" - Naoko respondeu entusiasmada, se virou e cobriu os olhos. Cobriu também os olhos da boneca.
"Já posso virar?" - sem obter resposta a pequena se virou e não viu onde estava a menina. Começou então a procura.
Naoko corria olhando atrás de tudo, até que pensou ter visto a outra menina passar pela porta.
Os pais da pequena acordaram ao ouvirem seus risinhos vindos da sala e levantaram para ver o que ela fazia.
Naoko passou pela porta que pensou ter visto a menina passando, andou pelo corredor até uma lacuna (como as lacunas que costumam ter as casas japonesas).
Ela se aproximou da lacuna, e ao se inclinar para olhar, viu os olhos da menina escondida.

Quando os pais de Naoko chegaram ao corredor tudo o que encontraram foi a boneca caída. Naoko havia desaparecido para sempre - arrastada pela menina da lacuna para sempre!No meio da noite, a pequena Naoko, acordou em seu quarto e quis ir ao quarto dos pais.
Desceu da cama, pegou sua boneca pelo bracinho e levou consigo.
"Vem comigo, Ayako!" - a pequena disse à boneca.
Naoko seguiu pela casa, indo em direção ao quarto dos pais, mas ao passar pela sala pensou ter visto algo atrás dos móveis.
A pequena se esticava tentando ver o que havia atrás do móvel. Com um pouco de receio, mas a curiosidade era maior. Ficou muito surpresa ao perceber que era outra menina!
"Quem é você?" - perguntou Naoko.
"Quer brincar de esconder?" - disse a menina atrás do móvel.
"Eu ou você se esconde?" - perguntou Naoko
"Você me procura". - respondeu a menina atrás do móvel
"Está bem!" - Naoko respondeu entusiasmada, se virou e cobriu os olhos. Cobriu também os olhos da boneca.
"Já posso virar?" - sem obter resposta a pequena se virou e não viu onde estava a menina. Começou então a procura.
Naoko corria olhando atrás de tudo, até que pensou ter visto a outra menina passar pela porta.
Os pais da pequena acordaram ao ouvirem seus risinhos vindos da sala e levantaram para ver o que ela fazia.
Naoko passou pela porta que pensou ter visto a menina passando, andou pelo corredor até uma lacuna (como as lacunas que costumam ter as casas japonesas).
Ela se aproximou da lacuna, e ao se inclinar para olhar, viu os olhos da menina escondida.
Quando os pais de Naoko chegaram ao corredor tudo o que encontraram foi a boneca caída. Naoko havia desaparecido para sempre - arrastada pela menina da lacuna para sempre!

Fontes: Mega Curioso, O Diário Thompson, Lendas do Japão, TerrorB