A Criação e o fim dos tempos 

No começo de tudo, quando não havia tempo ainda, havia Yamandu. Yamandu é "o silêncio que tudo ilumina", é o ancestral de todos os ancestrais. Num determinado dia, dentro da própria luminosidade, Yamandu, quis conhecer a dimensão de si mesmo. Foi quando ele se recolheu dentro de si mesmo e viu que era vasto. Yamandu quis conhecer toda a dimensão...

Esta é a história do tempo em que tudo estava em suspensão, calmo e silencioso; tudo estava imóvel e o céu estava vazio. Esta é a primeira palavra, a primeira narrativa; não havia homens, nem animais, pássaros, peixes, árvores, pedras, cavernas, barrancos, moitas ou florestas. Só havia o céu. Em lado algum se via terra; todo o mar se...

A criação segundo Toth - Toth era venerado no Médio Egito, no local atualmente chamado Ashmunein. A arqueologia tem agora de verificar a verdadeira idade deste sítio, tão grande e onde os vestígios estão tão profundos, mas há a concordância de que os mitos originados na cidade são muito anteriores à unificação do Egito. Embora houvesse a crença...

Zoroastro dividiu a história cósmica em três etapas distintas: Bundahishn (a criação), Gumêcishn (a mescla) e Frashegird (a separação ou a renovação). O Bundahishn se deu em duas fases: na primeira, Ahura Mazda concedeu a vida a todas as coisas em um estado espiritual e imaterial, que em pahlavi se chama de menog, totalmente vulnerável ao mal e...

Primeiro, havia o Caos, que era o Nada do Mundo, e isto era tudo quanto nele havia. Nem Céu, nem Mar, nem Terra - nada disto havia. Apenas três reinos coexistiam: o Ginnungagap (o Grande Vazio), abismo primitivo e vazio, situado entre Musspell (o Reino do Fogo) e Niflheim (a Terra da Neblina), terra da escuridão e das névoas...

Vários mitos nórdicos são permeados pela profunda compreensão e a resignada aceitação dos desígnios do destino, da transitoriedade da vida e da inexorabilidade da morte, as cujas leis eram submetidos todos os seres vivos e os próprios deuses. Por terem sido criados pela união de elementos opostos, gelo e fogo, gigantes e deuses, as divindades...